fundo
INÍCIO | APRESENTAÇÃO | E-LEARNING | FORMAÇÃO | FORMAÇÃO AVANÇADA | MBA's | LIVRARIA | NOTÍCIAS | CONTACTO
menu logo logo cognos formação
Logotipo dgert logo cognos formação

Formação Avançada
Pós-Universitária em
Psico-Oncologia

Contacto Cognoscontactos cognos

Formação Avançada Pós-Universitária em Psico-Oncologia


4.5
(média baseada em 18 questionários de satisfação - clientes Cognos)

Preço
640 €. Possibilidade de pagamento faseado

Formatos disponíveis
E-Learning (6 meses) ou Presencial (300 h)

Certificação
+info



"Os primeiros estudiosos dos aspetos emocionais relacionados com os pacientes portadores de câncro, como Le Shan (1994) e Simonton, O.C.; Simonton, S.M. & Creighton (1987), iniciaram diversos tipos de pesquisa nas quais tentavam demonstrar a importância dos estados psicológicos dos pacientes no desenvolvimento da doença.

A partir da aceitação deste facto, um espaço novo se criou - o espaço para o emocional, para os aspetos psicológicos na promoção da saúde. Ou seja, tanto no diagnóstico como no tratamento, no prognóstico e na prevenção, a emoção terá a sua importância e deve ser sempre levada em conta. A Psico-Oncologia trata desse espaço, dessa instância na Oncologia.


Cabe à Psico-Oncologia o cuidado com os aspetos de natureza psicológica desencadeados pela doença e tratamentos. A cada tratamento correspondem comportamentos e sentimentos distintos, que atualmente são estudados e acompanhados por esta área, sendo de salientar que não só cada tratamento produz uma reação diferente, como as diferenças individuais podem gerar distintas formas de lidar com a doença e como enfrentá-la."

O QUE DIZEM OS NOSSOS FORMANDOS...

  • Muito boa formadora, com capacidade de motivação dos formandos e interessada na adequação do processo de aprendizagem dos mesmos.
    Tânia Costa
  • Uma excelente formadora, muito atenta às nossas necessidades.
    Fernanda Ferreira
  • Recomendo fortemente a Cognos a qualquer pessoa que queira ir para além do curso base.
    Valérie Mendes
  • Aconselho a escola, é de excelência. Estou a pensar fazer o próximo. Uma Ótima formadora e excelente profissional. Obrigada por tudo.
    Liliana Ricardo
  • Muito boa formadora, com capacidade de motivação dos formandos e interessada na adequação do processo de aprendizagem dos mesmos.

    • Tânia Costa
  • Uma excelente formadora, muito atenta às nossas necessidades.

    • Fernanda Ferreira
  • Recomendo fortemente a Cognos a qualquer pessoa que queira ir para além do curso base.

    • Valérie Mendes
  • Aconselho a escola, é de excelência. Estou a pensar fazer o próximo. Uma Ótima formadora e excelente profissional. Obrigada por tudo.

    • Liliana Ricardo
Close

1. CALENDARIZAÇÃO
Em formação e-learning: início imediato
ou
Em formação presencial: início a 6 de Dezembro

2. HABILITAÇÕES MÍNIMAS
Licenciatura, Bacharelato, Pós-Graduação, Especialização, MBA, Mestrado ou Doutoramento.

3. DESTINATÁRIOS
Profissionais da área da saúde, em especial psicólogos, enfermeiros, médicos, assistentes sociais, terapeutas, gerontólogos e outros envolvidos no cuidado ao paciente oncológico, familiares e equipas profissionais deste âmbito.

Outras formações académicas relacionadas com as áreas da saúde, biologia e ciências do comportamento, que pretendam vir a actuar no âmbito do tratamento a pacientes oncológicos e apoio a familiares.

4. OBJETIVOS
• Adquirir conhecimentos sobre as bases médicas oncológicas;
• Conhecer com profundidade a história da psico-oncologia e respetivos objetivos;
• Desenvolver competências técnicas e relacionais nas áreas comunicacionais com o paciente, trabalho em equipa e apoio à família;
• Desenvolver competências comunicacionais clínicas perante situações específicas (más notícias; expressão de sentimentos e emoções; apoio à família);
• Conhecer e aplicar estratégias de comunicação para potenciar a relação terapêutica;
• Abordar as emoções e reações típicas adaptativas e desadaptativas dos pacientes perante a informação de doença oncológica;
• Compreender e demonstrar conhecimento de metodologias de intervenção psicológica em psico-oncologia;
• Proporcionar conhecimentos sobre a base de trabalho de equipas de saúde interdisciplinares e multidisciplinares;
• Compreender as implicações éticas inerentes à intervenção com pacientes oncológicos;
• Interpretar e discutir bibliografia científica relevante para a área da Formação Avançada Pós-Universitária.

5. PLANO CURRICULAR

  • Epidemiologia do cancro
  • Fisiopatologia
  • Classificação e nomenclatura das neoplasias
  • Etiologia do cancro
  • Manifestações clínicas do cancro
  • Diagnóstico
  • Estratégias terapêuticas para o cancro
  • Cuidados de suporte na terapêutica do cancro 

  • A Comunicação
    • Aspetos a considerar no recetor (paciente e família)
    • Aspetos a considerar no Emissor (Equipa)
  • Competências comunicacionais
    • Como comunicar más notícias?
    • A Expressão de Emoções
    • O Apoio à Família
  • Comunicação e Relação Terapêutica 

  • Psico-Oncologia: Definição e Conceptualização
    • Oncologia - Definição
    • Psicologia - Definição
    • Contributos da Psicologia da Saúde
    • Psico-Oncologia - Definição
    • Psico-Oncologia Pediátrica
  • Oncologia
    • Cancro – Etiologia da palavra
    • Cancro – Definição
    • Causas do Cancro
    • Principais tipos de cancro
    • Tipos de Cancro
      • Cancro do Pulmão
      • Cancro da Mama
      • Cancro da Próstata
      • Cancro do Cólon-Rectal
      • Leucemias
    • Principais tratamentos da Doença Oncológica
      • Quimioterapia
      • Radioterapia
      • Cirurgia
      • Hormonoterapia
      • Imunoterapia
  • Educação para a Saúde e Psico-Educação: Prevenção do Cancro
    • Ações de prevenção primária contra o cancro
    • Ações de prevenção secundária contra o cancro
      • Rastreio
      • Diagnóstico precoce
    • Ações de prevenção terciária
    • Abordagem ambiental e de saúde pública - Prevenção do Cancro nas Escolas
  • Cancro e aspetos psicossociais
    • Adaptação à doença oncológica
    • Implicações psicossociais da Doença Oncológica
      • Principais implicações psicossociais para o doente
      • Principais implicações psicossociais para a família
    • Qualidade de Vida
    • Qualidade de Vida e Cancro
    • Qualidade de vida nas crianças com cancro
  • Psicopatologia e Cancro
    • Psicopatologia
    • Psicopatologia e Cancro
      • Depressão
      • Ansiedade
      • Pós-Traumático stress

  • Psico-Oncologia: Bases Históricas
    • Abordagem sócio-histórica do cancro da luta contra o Cancro em Portugal
      • História Científica do Cancro
      • História Social do Cancro
      • História do Instituto Português de Oncologia Francisco Gentil (IPOFG)
      • Liga Portuguesa Contra o Cancro
      • Um exemplo da representação social acerca do cancro
      • Era uma vez…a Psico-Oncologia!
      • Psico-Oncologia nos IPOFG e LPCC
  • Bases Teóricas na Psico-Oncologia
    • Modelos importantes para a Psicologia no âmbito da doença oncológica
      • O comportamento Humano
      • Modelos que servem de base na Psico-Educação, área inserida na Psico-Oncologia
      • Modelo ecológico de Bronfenbrenner como marco teórico para a Psico-Oncologia
      • Psiconeuroimunologia
      • Modelo de Kübler Ross

  • Avaliação em Psico-Oncologia
    • Avaliação Psicológica
      • Avaliação da depressão em doentes oncológicos
      • Avaliação de estados depressivos em crianças
      • Avaliação da ansiedade em adultos
      • Avaliação da ansiedade em crianças
      • Avaliação da Qualidade de Vida em adultos
      • Avaliação QDV em crianças
      • Avaliação da Dor em Adultos
      • Avaliação da Dor em Crianças
  • Intervenção em Psico-Oncologia
    • Psiconeuroimunologia
    • A Consulta Psicológica
    • Intervenção psicológica na doença oncológica
      • Psicoterapia com o doente, tendo em conta os diferentes estádios da doença oncológica
    • Intervenção Psicológica em Psico-Oncologia Pediátrica
      • Conceito de saúde/doença tendo em conta as faixas etárias e o desenvolvimento cognitivo segundo Piaget, segundo Bibace e Walsh
      • Principais intervenções com a criança com cancro
    • Intervenção com familiares de doentes oncológicos
  • Intervenção psico-oncológica em Grupos
    • Intervenção psicossocial breve de grupo na doença oncológica
    • Grupos de apoio a crianças e jovens doentes oncológicos
    • Grupos de Apoio a Familiares de Doentes Oncológicos

  • A história dos cuidados paliativos
  • A história dos cuidados paliativos em Portugal
  • Filosofia e fundamentos éticos de cuidados paliativos
  • Definição e princípios de cuidados paliativos
  • Avaliação do doente em cuidados paliativos
  • Especificidades dos Cuidados Paliativos em Oncologia

  • Equipas Multidisciplinares - Contextualização
  • A Maturidade das equipas
  • O Psicólogo na Equipa de Psico - Oncologia
  • Objetivos e Reunião da Equipa Multidisciplinar
  • Burnout: Abordagem Histórica
  • Conceito de Burnout
  • Causas de Burnout
  • Sinais e Sintomas de Burnout
  • Prevenção e tratamento
  • Modelos de Burnout

  • Definição de bioética
    • Ética e Moral
    • Bioética
  • Tipos de teorias éticas
    • Ética do carácter – virtudes - Aristóteles
    • Individualismo liberal – direitos – Tomas Hobbes
    • Kantismo – obrigação – Immanuel Kant
    • Utilitarismo – consequências – Stuart Mill
    • Ética do cuidar – relacionamentos – Carol Gilligan
    • Comunitarismo – comunidade –Michael Sandel
    • Casuística – casos particulares – Jonsen e Toulmin
    • Principialismo – princípios e moralidade comum – Ross e Frankena
  • Teoria da Bioética Principialista
    • National Commission for the Protection of Human Subjects of Biomedical and Behavioral Research
    • Belmont Report
    • Beauchamp & Childress Principles of Biomedical Ethics
  • Os princípios da ética biomédica (Beauchamp & Childress)
    • Obrigação Prima Facie
    • Princípio da beneficência
    • Princípio da não maleficiência
    • Princípio da autonomia
    • Princípio da justiça e ou equidade
  • A bioética aplicada à oncologia
    • O que é a oncologia
    • O que é o cancro
    • O que é a psico-oncologia
    • A ética aplicada
    • Exemplo de um código de ética no âmbito da oncologia
    • Filme que problematiza questões oncológicas

  • Elaboração de um projeto no âmbito da Psico-Oncologia, tendo em conta os conteúdos temáticos abordados ao longo das unidades modulares da Formação Avançada Pós-Universitária

6. FORMAÇÃO AVANÇADA PÓS-UNIVERSITÁRIA - CERTIFICADO

Este curso enquadra-se na Formação Profissional Contínua. Irá obter, no final do curso, um Certificado de Formação Profissional emitido através da Plataforma SIGO (Sistema de Informação e Gestão da Oferta Educativa e Formativa), em conformidade com a Portaria nº 474/2010, de 8 de julho, sendo para isso necessário atingir uma classificação final igual ou superior a 10,00 valores.

O Certificado de Formação Profissional é válido para cumprimento das 40 horas de formação profissional contínua obrigatória para as Empresas, de acordo com o Código do Trabalho.

O Certificado de Formação Profissional poderá também ser válido para:

  1. Valorização da candidatura num concurso público ou privado, dependendo do regulamento específico do concurso.
  2. Obtenção de créditos (ECTS), numa instituição de ensino superior, nos termos do disposto no artigo 45.º Creditação, 1 alínea f) do Decreto-Lei n.º 65/2018, de 16 de agosto e, legislação vigente, transcrita seguidamente:
    “1 — Tendo em vista o prosseguimento de estudos para a obtenção de grau académico ou diploma, os estabelecimentos de ensino superior: f) Podem creditar outra formação não abrangida pelas alíneas anteriores, até ao limite de um terço do total dos créditos do ciclo de estudos.”
    O valor de ECTS é analisado e creditado pelas Instituições de Ensino Superior.
Enquadramento

Com a frequência e aproveitamento desta formação profissional, irá obter uma formação de elevada relevância no mercado de trabalho, uma vez que comprova possuir conhecimentos e práticas avançadas em determinada área, após o seu ensino universitário.

Este curso enquadra-se na formação profissional contínua, que visa a aquisição de saberes numa dada área ou função específica, pressupondo a existência de uma qualificação prévia para a sua realização, não atribuindo grau académico (Licenciatura, Mestrado ou Doutoramento).

Sendo uma formação profissional contínua, não está a sua realização reservada às Instituições de Ensino Superior. A Cognos Formação não é uma instituição de Ensino Superior, mas sim uma Instituição de Formação Profissional, pelo que, naturalmente, não nos compete a emissão de certificados de pós-graduação, formação pós-graduada, diploma de técnico superior profissional, nem a atribuição de graus académicos de licenciado, mestre e doutor.

No estrito cumprimento do Decreto-Lei n.º 65/2018 de 16 de agosto e Decreto-Lei n.º 27/2021 de 16 de abril, a Cognos Formação não utiliza os termos reservados às instituições de ensino superior como «pós-graduação», «formação pós-graduada» e outros que sugiram estar em causa formação própria de ensino superior. A Cognos Formação não realiza formação pós-graduada, nem formação em consórcio, ou outras formas de cooperação com instituições de ensino superior, não estando sob a superintendência científica e pedagógica das mesmas. A Cognos Formação respeita escrupulosamente a legislação em vigor, esclarecendo devidamente os seus clientes sobre a modalidade de formação profissional que realizam.

7. EQUIPA FORMATIVA
Formadores Certificados Pedagogicamente pelo IEFP-Instituto de Emprego e Formação Profissional e com vasta experiência na área.