background
INÍCIO | APRESENTAÇÃO | E-LEARNING | FORMAÇÃO | FORMAÇÃO AVANÇADA | MBA's | LIVRARIA | NOTÍCIAS | CONTACTO
menu logo logo cognos formação
Logotipo dgert logo cognos formação

Curso
Plano de Medidas
de Auto-proteção

Contacto Cognoscontactos cognos
ACT logo

Curso de Formação
Plano de Medidas de Auto-proteção

 Curso de atualização científica e técnica, válido para manutenção do título profissional de Técnico Superior de Segurança no Trabalho e Técnico de Segurança no Trabalho ACT logo

Preço
140 €. Possibilidade de pagamento faseado

Formatos disponíveis
E-Learning (4 semanas) 
ou
Presencial (40h)

Certificação
+info


O regime jurídico em vigor obriga a que as entidades elaborem e implementem medidas de auto-proteção nos edifícios.

O QUE DIZEM OS NOSSOS FORMANDOS...

  • Uma equipa fantastica!!!
    Cátia Moniz
  • No âmbito da formação sempre que foi necessário o esclarecimento de dúvidas, a formadora esteve sempre disponível e respondeu rapidamente às questões. Os manuais são esclarecedores. Estou satisfeita com a formação e aconselho.
    Anabela Cardoso
  • Excelente formadora em todos os aspetos.
    Nuno Ramos
  • Equipa de atendimento muito disponível, esclarecedora e simpática.
    Rita Silva
  • Uma equipa fantastica!!!

    • Cátia Moniz
  • No âmbito da formação sempre que foi necessário o esclarecimento de dúvidas, a formadora esteve sempre disponível e respondeu rapidamente às questões. Os manuais são esclarecedores. Estou satisfeita com a formação e aconselho.

    • Anabela Cardoso
  • Excelente formadora em todos os aspetos.

    • Nuno Ramos
  • Equipa de atendimento muito disponível, esclarecedora e simpática.

    • Rita Silva
Close

1. CALENDARIZAÇÃO
Em formação e-learning: início imediato
ou
Em formação presencial: início a 6 de Dezembro

2. DESTINATÁRIOS
Técnicos Superiores e Técnicos de Segurança no Trabalho que pretendam realizar a atualização científica e técnica através de formação contínua, e que tenham exercido a atividade por um período mínimo de dois anos, durante a validade do respetivo título profissional;

Todos os potenciais interessados que pretendam desenvolver os seus conhecimentos e competências nesta área de formação.

3. OBJETIVO GERAL
Pretende-se que no final do curso de formação, os formandos tenham adquirido conhecimentos sobre a legislação e metodologias, associadas à implementação eficaz de medidas de auto-proteção.

4. OBJETIVOS ESPECÍFICOS
• Compreender os principais requisitos legais de segurança contra incêndios; 
• Implementar Medidas de Auto-proteção; 
• Conceber, preparar, executar, e analisar os resultados de simulacros.

5. PLANO CURRICULAR

  • Utilizações - Tipo de edifícios e recintos
  • Entidades com responsabilidade na Segurança contra Incêndios

  • Regulamentação em vigor
  • Notas Técnicas da ANEPC

  • Implementação do Plano de Emergência Interno
  • Plano de Atuação
  • Plano de Evacuação

  • Equipa de Segurança

  • Etapas de um Simulacro

  • Simulacro
  • Auditoria
  • Inspeções

6. CERTIFICADO
Este curso enquadra-se na Formação Profissional Contínua. Irá obter, no final do curso, um Certificado de Formação Profissional emitido através da Plataforma SIGO (Sistema de Informação e Gestão da Oferta Educativa e Formativa), em conformidade com a Portaria nº 474/2010, de 8 de julho, sendo para isso necessário atingir uma classificação final igual ou superior a 10,00 valores.

O Certificado de Formação Profissional é válido para cumprimento das 40 horas de formação profissional contínua obrigatória para as Empresas, de acordo com o Código do Trabalho.

O Certificado de Formação Profissional poderá também ser válido para:

  1. Valorização da candidatura num concurso público ou privado, dependendo do regulamento específico do concurso.
  2. Obtenção de créditos (ECTS), numa instituição de ensino superior, nos termos do disposto no artigo 45.º Creditação, 1 alínea f) do Decreto-Lei n.º 65/2018, de 16 de agosto e, legislação vigente, transcrita seguidamente:
    “1 — Tendo em vista o prosseguimento de estudos para a obtenção de grau académico ou diploma, os estabelecimentos de ensino superior: f) Podem creditar outra formação não abrangida pelas alíneas anteriores, até ao limite de um terço do total dos créditos do ciclo de estudos.”
    O valor de ECTS é analisado e creditado pelas Instituições de Ensino Superior.

7. EQUIPA FORMATIVA
Formadores Certificados Pedagogicamente pelo IEFP-Instituto de Emprego e Formação Profissional e com vasta experiência na área.