background
INÍCIO | APRESENTAÇÃO | E-LEARNING | FORMAÇÃO | FORMAÇÃO AVANÇADA | MBA's | LIVRARIA | NOTÍCIAS | CONTACTO
menu logo logo cognos formação
Logotipo dgert logo cognos formação

Curso
Maus Tratos de Menores

Contacto Cognoscontactos cognos
ACT logo

Curso de Formação Maus Tratos de Menores


4.6
(média baseada em 21 questionários de satisfação - clientes Cognos)
Certificado pela APC - Associação Portuguesa de Criminologia ACT logo

Preço
70 €

Formatos disponíveis
E-Learning (4 semanas) 
ou
Presencial (40 h)

Certificação
+info


“Num contexto social mais vasto, encontramos como fatores de risco inerentes à prática de maus-tratos às crianças e jovens o stresse causado por fatores sociais como a pobreza, o desemprego, o isolamento social e baixos níveis educacionais. Constata-se, também, que os interesses socioculturais do grupo a que pertencem as crianças e jovens em risco se desviam dos valores socialmente aceites, provocando sentimentos de exclusão e de conflito social.”
Garbarino, Guttmann & Seeley (1986), Nunes (2009, p.23)

O QUE DIZEM OS NOSSOS FORMANDOS...

  • "Adorei a participação em ambos os cursos (Maus Tratos de Menores e Violência Doméstica), pela qualidade dos materiais e pertinência dos temas abordados. Foi com grande prazer que me envolvi na leitura dos documentos disponibilizados, considera (...)
    Dulce Lima
  • "Adorei a participação em ambos os cursos (Maus Tratos de Menores e Violência Doméstica), pela qualidade dos materiais e pertinência dos temas abordados. Foi com grande prazer que me envolvi na leitura dos documentos disponibilizados, considerando que me fizeram consolidar de forma científica e profunda os conhecimentos que eu possuía resultantes da minha experiencia docente." "Acrescento, ainda, que em ambos os curso as minhas expectativas foram superadas quanto à mais valia no meu crescimento pessoal e compensação cognitiva e emocional dai resultantes. Este era o meu desejo, sendo que, neste momento, findas as duas formações não tenho dúvida alguma que é esta área que quero abraçar e trabalhar o quanto antes, em prol da prevenção da violência ou no apoio em atendimento à vítima."

    • Dulce Lima
Close

1. CALENDARIZAÇÃO
Em formação e-learning: início imediato
ou
Em formação presencial: início a 6 de Dezembro

2. DESTINATÁRIOS
Estudantes ou Licenciados no domínio das Ciências Sociais e Humanas, Direito, Forças Policiais e todos os potenciais interessados que pretendam adquirir conhecimentos nesta área.

3. OBJETIVOS
No final do curso, os formandos deverão ser capazes de:
• Conhecer a perspetiva histórica da proteção de menores;
• Compreender e definir maus-tratos de menores;
• Identificar os diferentes modelos explicativos dos maus-tratos a menores;
• Compreender a importância da prática dos programas de prevenção de maus-tratos.

4. PLANO CURRICULAR

  • Tipologias de Riscos
    • O Risco Físico
    • Risco Psicológico ou Emocional

  • Situações-Tipo de Maus-Tratos Infantis

  • Os Fatores Sociais
  • Os Fatores Familiares
    • Fatores relativos ao Adulto
    • Fatores relativos à Criança

  • Efeitos adversos sobre o desenvolvimento da criança
  • Principais sequelas dos maus-tratos

  • Programas de Prevenção
  • Prevenção Primária
  • Prevenção Secundária
  • Prevenção Terciária

  • Comissões de Proteção de Crianças e Jovens
  • Princípios Orientadores da Intervenção das Comissões de Proteção

5. CERTIFICADO
Este curso enquadra-se na Formação Profissional Contínua. Irá obter, no final do curso, um Certificado de Formação Profissional emitido através da Plataforma SIGO (Sistema de Informação e Gestão da Oferta Educativa e Formativa), em conformidade com a Portaria nº 474/2010, de 8 de julho, sendo para isso necessário atingir uma classificação final igual ou superior a 10,00 valores.

O Certificado de Formação Profissional é válido para cumprimento das 40 horas de formação profissional contínua obrigatória para as Empresas, de acordo com o Código do Trabalho.

O Certificado de Formação Profissional poderá também ser válido para:

  1. Valorização da candidatura num concurso público ou privado, dependendo do regulamento específico do concurso.
  2. Obtenção de créditos (ECTS), numa instituição de ensino superior, nos termos do disposto no artigo 45.º Creditação, 1 alínea f) do Decreto-Lei n.º 65/2018, de 16 de agosto e, legislação vigente, transcrita seguidamente:
    “1 — Tendo em vista o prosseguimento de estudos para a obtenção de grau académico ou diploma, os estabelecimentos de ensino superior: f) Podem creditar outra formação não abrangida pelas alíneas anteriores, até ao limite de um terço do total dos créditos do ciclo de estudos.”
    O valor de ECTS é analisado e creditado pelas Instituições de Ensino Superior.

6. EQUIPA FORMATIVA
Formadores Certificados Pedagogicamente pelo IEFP-Instituto de Emprego e Formação Profissional e com vasta experiência na área.