fundo
INÍCIO | APRESENTAÇÃO | E-LEARNING | FORMAÇÃO | FORMAÇÃO AVANÇADA | MBA's | LIVRARIA | NOTÍCIAS | CONTACTO
menu logo logo cognos formação
Logotipo dgert logo cognos formação

Formação Avançada
Pós-Universitária em Avaliação
Psicológica no Âmbito da
Educação Inclusiva/NEE

Contacto Cognoscontactos cognos

Formação Avançada Pós-Universitária em Avaliação Psicológica no Âmbito da Educação Inclusiva/NEE



Preço
650 €. Possibilidade de pagamento faseado

Formatos disponíveis
E-Learning (5 meses) ou Presencial (230 h)

Certificação
+info



O QUE DIZEM OS NOSSOS FORMANDOS...

  • A formação foi muito útil uma vez que estava a iniciar a minha carreia na área escolar.
    Verónica Raulino
  • A formação foi muito útil uma vez que estava a iniciar a minha carreia na área escolar.

    • Verónica Raulino
Close

1. CALENDARIZAÇÃO
Em formação e-learning: início imediato
ou
Em formação presencial: início a 5 de Dezembro

2. HABILITAÇÕES MÍNIMAS
Licenciatura, Bacharelato, Pós-Graduação, Especialização, MBA, Mestrado ou Doutoramento.

3. DESTINATÁRIOS
Psicólogos (formação pré-bolonha ou formação pós-bolonha com frequência de Mestrado).

4. OBJETIVOS
1. Compreender o papel e a função do grupo de profissionais que intervêm na organização das respostas educativas no âmbito da educação inclusiva e necessidades educativas especiais, tais como o Serviço de Psicologia e restantes Profissionais de Serviços Internos/Externos à Escola, bem como pais e encarregados de educação;
2. Identificar problemáticas que conduzem à educação inclusiva e problemáticas que configuram outras necessidades educativas;
3. Dominar técnicas e instrumentos que permitam avaliar e intervir no âmbito da Educação Inclusiva/NEE;
4. Reconhecer a utilidade e fundamentação de um instrumento como a CIF e o DSM-5;
5. Desenvolver competências de investigação na área da educação inclusiva/educação especial, visando uma atitude de atualização e reflexão constantes.

banner da Formação Avançada Pós-Universitária

5. PLANO CURRICULAR

  • Sequência cronológica da educação especial e educação inclusiva a nível mundial e em Portugal
  • Legislação Regulamentar em Portugal – análise da diversa legislação
  • Decreto – Lei nº 54/2018 de 6 de julho e Decreto-Lei nº55/2018 de 6 de julho

  • Objetivos da educação inclusiva: ideias – chave e princípios orientadores
  • Educação inclusiva vs Educação especial
  • Noção de deficiência: Da segregação à inclusão
  • Modelo Ecológico; Modelo Biopsicossocial
  • Promoção da igualdade de oportunidades e o direito à diferença

  • Novas Tendências na Educação Inclusiva – modelos teóricos de enquadramento
  • Perfil dos Alunos à Saída da Escolaridade Obrigatória: princípios, visão, valores
  • Perfil dos Alunos à Saída da Escolaridade Obrigatória: áreas de competências
  • Práticas pedagógicas e didáticas

  • Equipa multidisciplinar de apoio à educação inclusiva
  • Constituição da Equipa multidisciplinar de apoio à educação inclusiva – elementos permanentes e variáveis
  • Competências da Equipa multidisciplinar de apoio à educação inclusiva

  • O que é a avaliação psicológica?
    • Entrevista com a criança: particularidades
      • Preparar o contexto
      • Receber a criança
      • Estratégias de comunicação não-verbal
      • Comunicação direta com a criança
      • Exame físico da criança
      • Recapitulando
    • Entrevista com o adolescente: particularidades
  • Administração de testes psicológicos
    • Críticas ao método dos testes
    • Vantagens do uso de testes psicológicos
    • Testes psicológicos mais usados no âmbito das NEE
  • Diferenças entre avaliação psicológica e avaliação psiquiátrica
  • Instrumentos de Avaliação Psicológica

  • As Funções executivas
    • Funções executivas – enquadramento teórico
      • Funções executivas – modelos
      • Funções executivas – anatomia
      • Principais funções cognitivas
      • Alterações das funções executivas: crianças e adolescentes
      • Funções Executivas – avaliação
  • Perturbações do Desenvolvimento vs Dificuldades de Aprendizagem e Avaliação
    • Perturbações Globais do Desenvolvimento
    • Dificuldades de Aprendizagem: conceito
      • Dificuldades de Aprendizagem: etiologia
      • Caracterização dos indivíduos com DA e avaliação

  • Instrumentos na avaliação psicológica
    • A entrevista
    • Observação
    • Testes psicológicos
  • Instrumentos avaliação no âmbito das NEE/Educação Inclusiva, entre outros
    • Instrumentos de Avaliação Psicológica Estudados em Portugal no domínio da Orientação e Aconselhamento Educacional
    • Instrumentos de Avaliação Educacional
    • Instrumentos de Avaliação da Organização Escolar e Profissional
    • Instrumentos de Avaliação de Aptidões
    • Instrumentos de Avaliação do Desenvolvimento
    • Instrumentos de Avaliação da Inteligência
    • Instrumentos de Avaliação da Personalidade

  • Conceito e respetiva evolução
  • Intervenção Precoce: o que é?
  • Serviços de Intervenção Precoce em Portugal: breve abordagem
    • Decreto – Lei nº 281/2009 e o Sistema Nacional de Intervenção Precoce na Infância (SNIPI)
  • Educação Precoce VS Educação Especial/Educação Inclusiva
  • Intervenção Precoce: da abordagem centrada na criança à abordagem centrada na família
    • Ciclo de intervenção
  • Escalas/modelos usados na avaliação/intervenção

  • Evolução Histórica da CIF
  • Estrutura, Organização e Funcionamento da CIF
  • Análise, classificação, apresentação e discussão de casos, por referência à CIF

  • Medidas de Suporte à Aprendizagem e à Inclusão: princípios
  • Medidas Universais
  • Medidas Seletivas
  • Medidas Adicionais
  • Sistema integrado e multinível de medidas de suporte
  • O que diz a legislação – artigo nº7 D.L nº54/2018
  • Relatório Técnico- Pedagógico: em que consiste, ações e prazos
  • Relatório Técnico- Pedagógico: elementos a incluir
  • Programa Educativo Individual (PEI): em que consiste e o que deve considerar/integrar
  • Plano de Saúde Individual
  • Plano Individual de Transição (PIT) : em que consiste e o que deve considerar
  • Processo de Implementação das Medidas de Suporte à Aprendizagem e à Inclusão
  • Estruturas - Recursos Humanos; Recursos Organizacionais e Recursos Específicos
  • Equipa Multidisciplinar; Centros de Apoio à Aprendizagem, Escolas de Referência
  • Centros de Recursos de Tecnologia de Informação e Comunicação (CRTIC)
  • Centros de Recursos para a Inclusão (CRI)

6. FORMAÇÃO AVANÇADA PÓS-UNIVERSITÁRIA - CERTIFICADO

Este curso enquadra-se na Formação Profissional Contínua. Irá obter, no final do curso, um Certificado de Formação Profissional emitido através da Plataforma SIGO (Sistema de Informação e Gestão da Oferta Educativa e Formativa), em conformidade com a Portaria nº 474/2010, de 8 de julho, sendo para isso necessário atingir uma classificação final igual ou superior a 10,00 valores.

O Certificado de Formação Profissional é válido para cumprimento das 40 horas de formação profissional contínua obrigatória para as Empresas, de acordo com o Código do Trabalho.

O Certificado de Formação Profissional poderá também ser válido para:

  1. Valorização da candidatura num concurso público ou privado, dependendo do regulamento específico do concurso.
  2. Obtenção de créditos (ECTS), numa instituição de ensino superior, nos termos do disposto no artigo 45.º Creditação, 1 alínea f) do Decreto-Lei n.º 65/2018, de 16 de agosto e, legislação vigente, transcrita seguidamente:
    “1 — Tendo em vista o prosseguimento de estudos para a obtenção de grau académico ou diploma, os estabelecimentos de ensino superior: f) Podem creditar outra formação não abrangida pelas alíneas anteriores, até ao limite de um terço do total dos créditos do ciclo de estudos.”
    O valor de ECTS é analisado e creditado pelas Instituições de Ensino Superior.
Enquadramento

Com a frequência e aproveitamento desta formação profissional, irá obter uma formação de elevada relevância no mercado de trabalho, uma vez que comprova possuir conhecimentos e práticas avançadas em determinada área, após o seu ensino universitário.

Este curso enquadra-se na formação profissional contínua, que visa a aquisição de saberes numa dada área ou função específica, pressupondo a existência de uma qualificação prévia para a sua realização, não atribuindo grau académico (Licenciatura, Mestrado ou Doutoramento).

Sendo uma formação profissional contínua, não está a sua realização reservada às Instituições de Ensino Superior. A Cognos Formação não é uma instituição de Ensino Superior, mas sim uma Instituição de Formação Profissional, pelo que, naturalmente, não nos compete a emissão de certificados de pós-graduação, formação pós-graduada, diploma de técnico superior profissional, nem a atribuição de graus académicos de licenciado, mestre e doutor.

No estrito cumprimento do Decreto-Lei n.º 65/2018 de 16 de agosto e Decreto-Lei n.º 27/2021 de 16 de abril, a Cognos Formação não utiliza os termos reservados às instituições de ensino superior como «pós-graduação», «formação pós-graduada» e outros que sugiram estar em causa formação própria de ensino superior. A Cognos Formação não realiza formação pós-graduada, nem formação em consórcio, ou outras formas de cooperação com instituições de ensino superior, não estando sob a superintendência científica e pedagógica das mesmas. A Cognos Formação respeita escrupulosamente a legislação em vigor, esclarecendo devidamente os seus clientes sobre a modalidade de formação profissional que realizam.

7. EQUIPA FORMATIVA
Formadores Certificados Pedagogicamente pelo IEFP-Instituto de Emprego e Formação Profissional e com vasta experiência na área.