Política de Cookies

Ao aceitar a política de cookies da Cognos, deverá ter em consideração que a utilização de cookies possibilita a personalização da utilização e apresentação de serviços e ofertas adaptadas ao seu interesse. Pode alterar as suas definições de cookies a qualquer altura.

Procuro o curso de…
Formação Avançada Pós-Universitária em  Cuidados Continuados e Paliativos

Formação Avançada Pós-Universitária em Cuidados Continuados e Paliativos


Preço: 890,00 €
Possibilidade de pagamento faseado.
Duração:
  • 5 meses (280h + Estágio opcional 160h)
Email:

Formato / Calendarização:
  • E-learning: início imediato
    ou
    Presencial: 28 de fevereiro de 2024

Informações Adicionais

Destinatários


Habilitações mínimas: Licenciatura. Psicólogos, enfermeiros, médicos, auxiliares de ação médica, nutricionistas, assistentes sociais, educadores sociais e terapeutas (fisioterapeutas, terapeutas da fala e terapeutas ocupacionais), gerontólogos e outras formações académicas relacionadas com as áreas da saúde, biologia e ciências do comportamento.

Ver Detalhes

Objetivo Geral


No final deste curso, os formandos deverão ter atualizado, enriquecido e aprofundado os conhecimentos teóricos e práticos capazes de ampliar a sua compreensão e capacidade de intervenção no apoio e cuidado ao doente crónico e terminal, bem como familiares, viabilizem a ampliação da sua inserção no mercado de trabalho, ao nível da rede nacional de cuidados continuados integrados.

Ver Detalhes

Objetivos Específicos


    - Reconhecer os princípios e valores dos cuidados continuados integrados no sistema de saúde;

    - Promover uma compreensão das dimensões biopsicossociais do sofrimento e da doença;

    - Desenvolver competências técnicas e relacionais nas áreas comunicacionais, trabalho em equipa, apoio à família e controlo sintomático;

    - Compreender as implicações éticas inerentes à intervenção em cuidados continuados e paliativos;

    - Conhecer e aplicar estratégias de comunicação para potenciar a relação terapêutica;

    - Compreender e demonstrar conhecimento de metodologias de avaliação e intervenção/reabilitação, nos cuidados continuados integrados;

    - Interpretar e discutir bibliografia científica relevante para a área da Formação Avançada Pós-Universitária.


Certificado


Este curso enquadra-se na Formação Profissional Contínua. Irá obter, no final do curso, um Certificado de Formação Profissional emitido através da Plataforma SIGO (Sistema de Informação e Gestão da Oferta Educativa e Formativa), em conformidade com a Portaria nº 474/2010, de 8 de julho, sendo para isso necessário atingir uma classificação final igual ou superior a 10,00 valores.

Ver Detalhes

Equipa Formativa


Formadores Certificados Pedagogicamente pelo IEFP (Instituto de Emprego e Formação Profissional) e com vasta experiência na área.

Ver Detalhes

Plano Curricular


  • Cuidados Continuados e os Sistemas de Saúde
  • Conceito de Cuidados Continuados, continuidade de cuidados e cuidados paliativos
  • Modelo de Rede dos Cuidados Continuados, respetivos princípios e direitos
  • Cuidado Integral da pessoa, promoção da autonomia e dignidade do doente
  • O papel da Família
  • A intervenção multidisciplinar
  • Enquadramento concetual da Rede Nacional de Cuidados Continuados Integrados (RNCCI)
  • Marcos históricos e legislativos da RNCCI
  • A RCCI em Portugal, tipologias e características da rede 
  • Modelo de Gestão e Coordenação da RNCCI
  • Implementação e Financiamento da RNCCI
  • Sistema de referenciação e admissão de utentes na RNCCI
  • Filosofia dos cuidados continuados em saúde 
  • Papel dos cuidadores: abordagem multidisciplinar
  • Papel do médico de família na equipa de saúde 
  • Organização e gestão de equipas: liderança, gestão de conflitos e coordenação
  • Noções Básicas de Bioética e Ética Médica
  • O que é a Bioética
  • Diferentes momentos da Bioética
  • Princípios da Bioética
  • Princípio da autonomia
  • Princípio da beneficência
  • Princípio da não maleficência
  • Princípio da justiça
  • Princípio da proporcionalidade
  • O que é Ética Médica
  • Aplicação dos princípios de Bioética e de ética em Saúde, nas situações concretas de cuidados continuados e paliativos
  • Questões controversas nos cuidados continuados e paliativos
  • Testamento Vital, Consentimento Informado, Eutanásia e Suicídio Assistido
  • A importância da Comunicação nos cuidados continuados
  • A comunicação enquanto fenómeno social: a comunicação Emocional e Assertiva
  • A competência comunicacional em cuidados paliativos integrados
  • Fundamentos Teóricos da relação de Ajuda
  • Competências de base para a relação de ajuda com o doente e a sua família
  • Atitudes de escuta empática, aceitação incondicional e congruência
  • Treino de técnicas de entrevista clínica
  • Grupos de encontro
  • Conceito de Envelhecimento
  • Causas de Envelhecimento
  • Causas Endógenas
  • Causas Exógenas
  • Envelhecimento, Velhice, Velho
  • Modificações associadas ao Envelhecimento: Biológicas, Psicológicas e Sociais
  • Abordagem de algumas teorias: Teorias Estocásticas, Uso e Desgaste, Teorias Sistémicas, Teorias Metabólicas, Teorias Genéticas e Teorias Imunológicas
  • Teorias Biológicas do Envelhecimento
  • Envelhecimento Biológico
  • Aspetos Sociais do Envelhecimento
  • Relações Sociais na velhice
  • Envelhecimento Demográfico
  • Alterações sociais: o trabalho e a reforma, doença, morte, viuvez e solidão
  • Emergência da Psicologia do Envelhecimento e o paradigma do desenvolvimento ao longo de toda a vida (life-span)
  • Teorias Atuais: Seletividade Socioemocional; Dependência Apreendida
  • Alterações associadas ao processo de envelhecimento
  • Cognição
  • Perceção e Atenção
  • Memória e Aprendizagem
  • Inteligência
  • Personalidade
  • Envelhecimento e dependência: incapacidade, (in)dependência e autonomia
  • Patologias prevalentes nos cuidados continuados integrados 
  • Abordagem específica e individualizada das patologias mais frequentes em Cuidados Continuados Integrados, boas práticas e estratégias de intervenção com vista à promoção e funcionalidade para uma melhor qualidade de vida 
  • Estados vegetativos 
  • Patologias ortopédicas 
  • Gestão de doença crónica 
  • Doença cardíaca 
  • Doença Pulmonar 
  • Demências 
  • Doenças Oncológicas - Cancro 
  • Síndromes geriátricos 
  • AVC 
  • Doença hepática 
  • Doença Renal
  • Tratamento da dor e dos sintomas nos cuidados continuados integrados 
  • Princípios gerais, fisiológicos e avaliação da dor 
  • Controlo da dor por meios farmacológicos e não farmacológicos 
  • Controlo da dor e qualidade de vida 
  • Tratamento de feridas e úlceras de pressão 
  • Nutrição 
  • Sintomas específicos de doenças não oncológicas
  • Modelo de Cuidados dirigidos à independência das pessoas idosas
  • Avaliação Multidimensional 
  • Avaliação Funcional 
  • Estrutura Organizacional, Conceitos, Tipologias e Critérios de referenciação
  • Equipas de Apoio Domiciliário 
  • Unidades Sócio-Ocupacionais 
  • Unidades Residenciais 
  • Unidades de Convalescência 
  • Tipologias de utentes e Critérios de admissão 
  • Objetivos das Unidades de Convalescença 
  • Tipologia dos Serviços 
  • Metodologia de Trabalho 
  • Preparação do membro da família e/ou prestador de cuidados informais
  • Envolvimento nos cuidados ao doente 
  • Instrumento de Avaliação Psicossocial 
  • Revisão histórica dos cuidados paliativos 
  • Cuidados paliativos em Portugal - Do Programa Nacional de Cuidados Paliativos ao Plano Estratégico para o desenvolvimento dos Cuidados Paliativos 
  • Doentes a que se destina – Cuidados Paliativos 
  • Organização dos cuidados paliativos
  • Humanização e cuidados paliativos
  • A Família - Noção de família; Família(s): definição de família em função da sua constituição. Espaço e Tempo da família
  • Psicologia da morte: a visão existencialista da morte; uma perspetiva psicológica da morte; influência da morte na perceção da vida
  • O processo de morrer: reações face à morte; a consciência de estar a morrer
  • O luto: teorias do luto; o processo de luto; intervenção terapêutica no luto
  • A perda do familiar e suas consequências. Manifestações afetivas. Manifestações comportamentais e cognitivas
  • Intervenção na doença terminal: objetivos da intervenção; comunicar as más notícias
  • Os profissionais de saúde perante a morte: programas psicoeducativos sobre a morte; prevenção de burnout
  • Intervenção do serviço social numa equipa interdisciplinar de cuidados paliativos
  • Serviço social nos cuidados continuados
  • Objeto de intervenção e metodologia usada pelo serviço social
  • As redes de suporte social
  • Intervenção do serviço social na família - aplicações práticas
  • Fatores psicológicos, socioculturais, interpessoais e espirituais na doença crónica e terminal
  • Metodologia de avaliação do indivíduo e da sua família com doença grave e terminal
  • Avaliação de questões específicas comuns em doentes graves e terminais: psicopatologia, respostas de luto, dor, desesperança, capacidade de tomada de decisões
  • Exemplos de intervenções específicas: dignity therapy, terapia de apoio, terapia cognitivo-comportamental
  • Especificidades da intervenção clínica: limites, estrutura, setting

• Elaboração de um projeto no âmbito dos Cuidados Continuados e Paliativos, tendo em conta os conteúdos temáticos abordados ao longo das unidades modulares da Formação Avançada Pós-Universitária.

O que dizem os nossos Formandos

Conheça os testemunhos de quem aposta frequentemente na aprendizagem e
na valorização pessoal e profissional, confiando na Cognos para atingir esse objetivo.



Formação Avançada Pós-Universitária em Cuidados Continuados e Paliativos

Outros cursos na área de SAÚDE

anterior
próximo

Livros Recomendados