background
INÍCIO | APRESENTAÇÃO | E-LEARNING | FORMAÇÃO | FORMAÇÃO AVANÇADA | MBA's | LIVRARIA | NOTÍCIAS | CONTACTO
menu logo logo cognos formação
logo cognos formação

Formação Avançada em
Nutrição Clínica

Contacto Cognoscontactos cognos

Formação Avançada em Nutrição Clínica



Preço
600 €. Possibilidade de pagamento faseado

Formatos disponíveis
E-Learning (3 meses) 
ou
Presencial (200 h)

Certificação
+info


O QUE DIZEM OS NOSSOS FORMANDOS...

  • Agradeço muito a boa vontade, eficiência e as respostas adequadas de carácter científico ao responderem às minhas dúvidas.
    Luís Salvador
  • Agradeço muito a boa vontade, eficiência e as respostas adequadas de carácter científico ao responderem às minhas dúvidas.

    • Luís Salvador
Close

1. CALENDARIZAÇÃO
Em formação e-learning: início imediato
ou
Em formação presencial: início a 3 de Dezembro

2. DESTINATÁRIOS
• Titulares de habilitações de 12º ano de escolaridade
ou 
• Titulares de um C.E.T. (Curso de Especialização Tecnológica)

3. OBJETIVOS
• Adquirir conhecimentos sobre as noções básicas clínicas da alimentação e nutrição;
• Compreender a importância de uma correta avaliação nutricional e metabólica nas diferentes etapas do ciclo de vida;
• Reconhecer a importância da nutrição clínica como terapia em diferentes patologias; 
• Compreender e demonstrar conhecimentos nutricionais em situações específicas de doença e/ou doença oncológica;
• Reconhecer e avaliar a importância da nutrição clínica materno-infantil;
• Conhecer as diferentes interações medicamentosas com os alimentos;
• Adquirir conhecimentos sobre os diversos fármacos nutricionais e suplementos dietéticos existentes;

4. SAÍDAS PROFISSIONAIS
Para-Farmácias, Ervanárias e Dietéticas, Farmácias Homeopáticas e outros locais de venda de medicamentos não sujeitos a receita médica (MNSRM) e suplementos dietéticos.
A presente formação pretende promover a aquisição de conhecimentos no âmbito da nutrição clínica, não permitindo o exercício da profissão de Nutricionista e/ou Dietista, estando esta profissão devidamente regulamentada.

5. PLANO CURRICULAR

  • Evolução da História Alimentar
  • Roda Alimentar e a Pirâmide dos alimentos
  • Princípios Nutricionais
    • Bases Fisiológicas e Metabólicas
    • Macronutrientes
      • Proteínas
      • Hidratos de Carbono
      • Lípidos
    • Fibras
    • Água
  • Princípios da Nutrição Clínica
  • Interpretação De Exames Laboratoriais

  • Necessidades Nutricionais no Ciclo de Vida
    • Importância das recomendações nutricionais
    • Desenvolvimento das recomendações nutricionais
  • Nutrição na Gravidez
  • Nutrição na Infância
  • Nutrição na Adolescência
  • Nutrição na Idade Adulta
  • Nutrição na Pessoa Idosa
  • Recomendações alimentares na população portuguesa

  • Noções Básicas de Farmacologia
  • Farmacologia de nutrientes
    • Vitaminas
      • Vitaminas Lipossolúveis
        • Vitamina A e Carotenoides
        • Vitamina D
        • Vitamina E
        • Vitamina K
      • Vitaminas Hidrossolúveis
        • Vitamina C
        • Vitamina B1 (Tiamina)
        • Vitamina B2 (Riboflavina)
        • Vitamina B6 (Piridoxina)
        • Niacina
        • Ácido fólico
        • Vitamina B12 (Cobalamina)
        • Biotina
        • Ácido Pantoténico
    • Minerais
      • Sódio, Cloro e Potássio
      • Cálcio
      • Cobre
      • Ferro
      • Fósforo
      • Iodo
      • Magnésio
      • Selénio
      • Zinco
      • Manganês
      • Crómio
      • Boro
      • Molibdénio
    • Proteínas
  • Suplementos Alimentares
    • Suplementos Ergogénicos
    • Exemplos de Suplementos Alimentares
  • Exemplos de Medicamentos constituídos por nutrientes

  • Aspetos gerais da cinética dos alimentos
  • Influência dos alimentos na ação dos medicamentos
    • Interações de natureza farmacocinética
      • Influência dos alimentos no processo de absorção dos fármacos
      • Influência dos alimentos no processo de distribuição de fármacos
      • Influência dos alimentos no processo de metabolização dos fármacos
      • Influência dos alimentos no processo de excreção dos fármacos
    • Interações de natureza farmacodinâmica
    • Interações que implicam uma diminuição do efeito farmacológico
    • Interações que implicam um aumento do efeito farmacológico
  • Estado Nutricional VS Biodisponibilidade dos Fármacos
    • Interferência do fármaco no estado nutricional
  • Grupos populacionais de risco
  • Interações medicamento-nutriente

  • Nutrição em oncologia
  • Nutrição na obesidade
  • Nutrição na diabetes
  • Nutrição na doença cardiovascular
  • Nutrição na doença gastrenterológica
    • Doenças do trato gastrointestinal superior
    • Doenças do trato gastrointestinal inferior
    • Doença Hepática
    • Doença Pancreática
  • Nutrição na doença renal
    • Insuficiência Renal Aguda
    • Insuficiência Renal Crónica
    • Hemodiálise
  • Nutrição na doença pulmonar
    • Doença pulmonar obstrutiva crónica
    • Fibrose quística

  • Cancro: definição e contextualização
  • Estado nutricional do doente oncológico
    • Processos metabólicos alterados no doente oncológico
    • Relação entre os tratamentos oncológicos e estado nutricional do doente
    • Principais fatores que contribuem para perda de apetite
  • Acompanhamento nutricional do doente oncológico
    • Suplementação
  • Princípios de uma alimentação saudável a adotar pelo doente oncológico
    • Desafios na alimentação do doente oncológico
    • Dietas anti-cancro

  • Necessidades energéticas e nutricionais na gravidez
    • Programação da saúde futura
      • Fatores externos capazes de programar saúde futura
      • Défice micronutrientes na dieta materna
    • Distinguir conceitos
      • Efeitos epigenéticos
  • Os primeiros 1000 dias de vida
    • Alimentação na pré-conceção
    • Ganho de peso ponderal na gravidez
    • Macronutrientes
      • Proteína
      • Hidratos de Carbono
      • Lípidos
    • Micronutrientes
      • Ácido Fólico
      • Ferro
      • Iodo, Cálcio, Vitamina D, Magnésio e Zinco
    • Prevenção de Toxinfeções Alimentares
      • Toxoplasmose
      • Listeriose
  • Lactação
    • Influência da dieta materna no leite materno
    • Monitorização do crescimento da criança
      • Aleitamento materno: prevenção da obesidade?
      • Aleitamento materno: prevenção da diabetes tipo 2?
    • Situação em Portugal
  • Introdução Alimentar na infância
    • A introdução alimentar

6. CERTIFICADO
Este curso enquadra-se na Formação Profissional Contínua. Irá obter, no final do curso, um Certificado de Formação Profissional emitido através da Plataforma SIGO (Sistema de Informação e Gestão da Oferta Educativa e Formativa), em conformidade com a Portaria nº 474/2010, de 8 de julho, sendo para isso necessário atingir uma classificação final igual ou superior a 10,00 valores.

O Certificado de Formação Profissional é válido para cumprimento das 40 horas de formação profissional contínua obrigatória para as Empresas, de acordo com o Código do Trabalho.

O Certificado de Formação Profissional poderá também ser válido para:

  1. Valorização da candidatura num concurso público ou privado, dependendo do regulamento específico do concurso.
  2. Obtenção de créditos (ECTS), numa instituição de ensino superior, nos termos do disposto no artigo 45.º Creditação, 1 alínea f) do Decreto-Lei n.º 65/2018, de 16 de agosto e, legislação vigente, transcrita seguidamente:
    “1 — Tendo em vista o prosseguimento de estudos para a obtenção de grau académico ou diploma, os estabelecimentos de ensino superior: f) Podem creditar outra formação não abrangida pelas alíneas anteriores, até ao limite de um terço do total dos créditos do ciclo de estudos.”
    O valor de ECTS é analisado e creditado pelas Instituições de Ensino Superior.
Enquadramento

Com a frequência e aproveitamento desta formação profissional, irá obter uma formação de elevada relevância no mercado de trabalho, uma vez que comprova possuir conhecimentos e práticas avançadas em determinada área, após o seu ensino universitário.

Este curso enquadra-se na formação profissional contínua, que visa a aquisição de saberes numa dada área ou função específica, pressupondo a existência de uma qualificação prévia para a sua realização, não atribuindo grau académico (Licenciatura, Mestrado ou Doutoramento).

Sendo uma formação profissional contínua, não está a sua realização reservada às Instituições de Ensino Superior. A Cognos Formação não é uma instituição de Ensino Superior, mas sim uma Instituição de Formação Profissional, pelo que, naturalmente, não nos compete a emissão de certificados de pós-graduação, formação pós-graduada, diploma de técnico superior profissional, nem a atribuição de graus académicos de licenciado, mestre e doutor.

No estrito cumprimento do Decreto-Lei n.º 65/2018 de 16 de agosto e Decreto-Lei n.º 27/2021 de 16 de abril, a Cognos Formação não utiliza os termos reservados às instituições de ensino superior como «pós-graduação», «formação pós-graduada» e outros que sugiram estar em causa formação própria de ensino superior. A Cognos Formação não realiza formação pós-graduada, nem formação em consórcio, ou outras formas de cooperação com instituições de ensino superior, não estando sob a superintendência científica e pedagógica das mesmas. A Cognos Formação respeita escrupulosamente a legislação em vigor, esclarecendo devidamente os seus clientes sobre a modalidade de formação profissional que realizam.

7. EQUIPA FORMATIVA
Formadores Certificados Pedagogicamente pelo IEFP-Instituto de Emprego e Formação Profissional e com vasta experiência na área.