background
INÍCIO | APRESENTAÇÃO | E-LEARNING | FORMAÇÃO | FORMAÇÃO AVANÇADA | MBA's | LIVRARIA | NOTÍCIAS | CONTACTO
menu logo logo cognos formação
Logotipo dgert logo cognos formação

Formação Avançada em
Dependências Químicas

Contacto Cognoscontactos cognos

Formação Avançada em Dependências Químicas



Preço
550 €. Possibilidade de pagamento faseado

Formatos disponíveis
E-Learning (2 meses) 
ou
Presencial (95 h)

Certificação
+info


1. CALENDARIZAÇÃO
Em formação e-learning: início imediato
ou
Em formação presencial: início a 1 de Outubro

2. DESTINATÁRIOS
• Titulares de habilitações de 12º ano de escolaridade
ou 
• Titulares de um C.E.T. (Curso de Especialização Tecnológica)

3. OBJETIVOS
Dotar os formandos dos conhecimentos necessários ao diagnóstico, classificação, avaliação e tratamento das dependências químicas:
1) Apresentação do tema da dependência de substâncias psicoativas;
2) Definição de dependência química, características e comorbidades associadas;
3) Compreensão das áreas farmacológicas, fisiopatológicas e neurobiológicas das dependências químicas;
4) Discussão das modalidades de tratamento.

4. PLANO CURRICULAR

  • Enquadramento histórico e sócio-cultural, das dependências químicas
  • Difusão das Drogas

  • Uso e Abuso
    • O consumo experimental Dependência
    • O consumo casual ou ocasional
    • O consumo regular
    • O consumo elevado ou compulsivo
  • Saliência do consumo
  • Estreitamento do repertório
  • Reinstalação da síndrome de dependência
  • Critérios de Gravidade da Dependência
    • Análise de dois exemplos clínicos
  • Abstinência e alívio dos seus sintomas

  • Classificação das substâncias/drogas psicoativas
    • Classificação quanto à sua origem
    • Classificação quanto aos efeitos farmacológicos ao nível do SNC
    • Classificação quanto ao potencial de uso nocivo e utilidade clínica
    • Classificação quanto ao status legal das substâncias
  • Consequências prejudiciais do consumo de substâncias psicoativas
  • Mecanismos de ação das substâncias psicoativas
  • Análise das principais substâncias psicoativas
    • O álcool
    • As anfetaminas
    • A Cocaína e Crack
    • A Nicotina
    • Opiáceos ou opióides
    • Os anabolizantes
    • Canabinóides
    • Sedativos e Hipnóticos
    • Solventes voláteis
    • Alucinogénios

  • Toxicodependência: aspetos psicossociais da atualidade
    • Considerações relevantes de estudos recentes
    • Estilo de vida na concetualização do uso e abuso de substâncias psicoativas
    • Os locais de consumo atuais na sociedade
    • Consumos problemáticos atuais na sociedade
    • Consumos funcionais atuais na sociedade
  • Promotores psicossociais atuais dos “consumos funcionais” ou “não problemáticos”
    • Conceções de risco dos consumidores
    • Auto-controlo dos consumidores
    • Cuidados que os consumidores adotam para gerir e regular a utilização de substâncias psicoativas
  • Carreira de uso de substâncias psicoativas

  • Aspetos Éticos no âmbito das Dependências Químicas
    • Do que trata a ética
    • A ética e a autonomia da pessoa
    • Dependência química e Projeto Individual da Pessoa
  • Aspetos Legais no âmbito das Dependências Químicas
    • Introdução
    • Principais diplomas legais
    • O consumidor de substâncias psicoativas ilícitas face à lei
    • Modelo criminalizador/proibicionista: o arguido
    • Modelo descriminalizador: o indiciado
    • Detenção de estupefacientes em quantidade superior à necessária para 10 dias de consumo: ainda indiciado ou novamente arguido?
      • As teses em confronto
      • O valor da prova: uma abordagem possível
      • Reflexão crítica

  • Modelos de tratamento
    • Abordagem interdisciplinar
    • Comunidade terapêutica
    • Grupos de mútua-ajuda
    • Psiquiátrico e farmacológico
    • Terapia cognitivo-comportamental e prevenção de recaídas
    • Grupos em sala de espera (Hospitais, USF`s, etc…)

5. CERTIFICADO
Este curso enquadra-se na Formação Profissional Contínua. Irá obter, no final do curso, um Certificado de Formação Profissional emitido através da Plataforma SIGO (Sistema de Informação e Gestão da Oferta Educativa e Formativa), em conformidade com a Portaria nº 474/2010, de 8 de julho, sendo para isso necessário atingir uma classificação final igual ou superior a 10,00 valores.

O Certificado de Formação Profissional é válido para cumprimento das 40 horas de formação profissional contínua obrigatória para as Empresas, de acordo com o Código do Trabalho.

O Certificado de Formação Profissional poderá também ser válido para:

  1. Valorização da candidatura num concurso público ou privado, dependendo do regulamento específico do concurso.
  2. Obtenção de créditos (ECTS), numa instituição de ensino superior, nos termos do disposto no artigo 45.º Creditação, 1 alínea f) do Decreto-Lei n.º 65/2018, de 16 de agosto e, legislação vigente, transcrita seguidamente:
    “1 — Tendo em vista o prosseguimento de estudos para a obtenção de grau académico ou diploma, os estabelecimentos de ensino superior: f) Podem creditar outra formação não abrangida pelas alíneas anteriores, até ao limite de um terço do total dos créditos do ciclo de estudos.”
    O valor de ECTS é analisado e creditado pelas Instituições de Ensino Superior.
Enquadramento

Com a frequência e aproveitamento desta formação profissional, irá obter uma formação de elevada relevância no mercado de trabalho, uma vez que comprova possuir conhecimentos e práticas avançadas em determinada área, após o seu ensino universitário.

Este curso enquadra-se na formação profissional contínua, que visa a aquisição de saberes numa dada área ou função específica, pressupondo a existência de uma qualificação prévia para a sua realização, não atribuindo grau académico (Licenciatura, Mestrado ou Doutoramento).

Sendo uma formação profissional contínua, não está a sua realização reservada às Instituições de Ensino Superior. A Cognos Formação não é uma instituição de Ensino Superior, mas sim uma Instituição de Formação Profissional, pelo que, naturalmente, não nos compete a emissão de certificados de pós-graduação, formação pós-graduada, diploma de técnico superior profissional, nem a atribuição de graus académicos de licenciado, mestre e doutor.

No estrito cumprimento do Decreto-Lei n.º 65/2018 de 16 de agosto e Decreto-Lei n.º 27/2021 de 16 de abril, a Cognos Formação não utiliza os termos reservados às instituições de ensino superior como «pós-graduação», «formação pós-graduada» e outros que sugiram estar em causa formação própria de ensino superior. A Cognos Formação não realiza formação pós-graduada, nem formação em consórcio, ou outras formas de cooperação com instituições de ensino superior, não estando sob a superintendência científica e pedagógica das mesmas. A Cognos Formação respeita escrupulosamente a legislação em vigor, esclarecendo devidamente os seus clientes sobre a modalidade de formação profissional que realizam.

6. EQUIPA FORMATIVA
Formadores Certificados Pedagogicamente pelo IEFP-Instituto de Emprego e Formação Profissional e com vasta experiência na área.