background
INÍCIO | APRESENTAÇÃO | E-LEARNING | FORMAÇÃO | FORMAÇÃO AVANÇADA | MBA's | LIVRARIA | NOTÍCIAS | CONTACTO
menu logo logo cognos formação
Logotipo dgert logo cognos formação

Formação Avançada em
Dependências Químicas

Contacto Cognoscontactos cognos

Formação Avançada em Dependências Químicas



Preço
550 €. Possibilidade de pagamento faseado

Formatos disponíveis
E-Learning (2 meses) 
ou
Presencial (95 h)

Certificação
+info


1. CALENDARIZAÇÃO
Em formação e-learning: início imediato
ou
Em formação presencial: início a 4 de Fevereiro

2. DESTINATÁRIOS
• Titulares de habilitações de 12º ano de escolaridade
ou 
• Titulares de um C.E.T. (Curso de Especialização Tecnológica)

3. OBJETIVOS
Dotar os formandos dos conhecimentos necessários ao diagnóstico, classificação, avaliação e tratamento das dependências químicas:
1) Apresentação do tema da dependência de substâncias psicoativas;
2) Definição de dependência química, características e comorbidades associadas;
3) Compreensão das áreas farmacológicas, fisiopatológicas e neurobiológicas das dependências químicas;
4) Discussão das modalidades de tratamento.

4. PLANO CURRICULAR

  • Enquadramento histórico e sócio-cultural, das dependências químicas
  • Difusão das Drogas

  • Uso e Abuso
    • O consumo experimental Dependência
    • O consumo casual ou ocasional
    • O consumo regular
    • O consumo elevado ou compulsivo
  • Saliência do consumo
  • Estreitamento do repertório
  • Reinstalação da síndrome de dependência
  • Critérios de Gravidade da Dependência
    • Análise de dois exemplos clínicos
  • Abstinência e alívio dos seus sintomas

  • Classificação das substâncias/drogas psicoativas
    • Classificação quanto à sua origem
    • Classificação quanto aos efeitos farmacológicos ao nível do SNC
    • Classificação quanto ao potencial de uso nocivo e utilidade clínica
    • Classificação quanto ao status legal das substâncias
  • Consequências prejudiciais do consumo de substâncias psicoativas
  • Mecanismos de ação das substâncias psicoativas
  • Análise das principais substâncias psicoativas
    • O álcool
    • As anfetaminas
    • A Cocaína e Crack
    • A Nicotina
    • Opiáceos ou opióides
    • Os anabolizantes
    • Canabinóides
    • Sedativos e Hipnóticos
    • Solventes voláteis
    • Alucinogénios

  • Toxicodependência: aspetos psicossociais da atualidade
    • Considerações relevantes de estudos recentes
    • Estilo de vida na concetualização do uso e abuso de substâncias psicoativas
    • Os locais de consumo atuais na sociedade
    • Consumos problemáticos atuais na sociedade
    • Consumos funcionais atuais na sociedade
  • Promotores psicossociais atuais dos “consumos funcionais” ou “não problemáticos”
    • Conceções de risco dos consumidores
    • Auto-controlo dos consumidores
    • Cuidados que os consumidores adotam para gerir e regular a utilização de substâncias psicoativas
  • Carreira de uso de substâncias psicoativas

  • Aspetos Éticos no âmbito das Dependências Químicas
    • Do que trata a ética
    • A ética e a autonomia da pessoa
    • Dependência química e Projeto Individual da Pessoa
  • Aspetos Legais no âmbito das Dependências Químicas
    • Introdução
    • Principais diplomas legais
    • O consumidor de substâncias psicoativas ilícitas face à lei
    • Modelo criminalizador/proibicionista: o arguido
    • Modelo descriminalizador: o indiciado
    • Detenção de estupefacientes em quantidade superior à necessária para 10 dias de consumo: ainda indiciado ou novamente arguido?
      • As teses em confronto
      • O valor da prova: uma abordagem possível
      • Reflexão crítica

  • Modelos de tratamento
    • Abordagem interdisciplinar
    • Comunidade terapêutica
    • Grupos de mútua-ajuda
    • Psiquiátrico e farmacológico
    • Terapia cognitivo-comportamental e prevenção de recaídas
    • Grupos em sala de espera (Hospitais, USF`s, etc…)

5. CERTIFICADO
Este curso enquadra-se na Formação Profissional Contínua. Irá obter, no final do curso, um Certificado de Formação Profissional emitido através da Plataforma SIGO (Sistema de Informação e Gestão da Oferta Educativa e Formativa), em conformidade com a Portaria nº 474/2010, de 8 de julho, sendo para isso necessário atingir uma classificação final igual ou superior a 10,00 valores.

6. EQUIPA FORMATIVA
Formadores Certificados Pedagogicamente pelo IEFP-Instituto de Emprego e Formação Profissional e com vasta experiência na área.